ZAMBÉZIA Economia e Finanças reforça medidas de segurança

Jacinto Castiano

Quelimane (Txopela) — Nos finais do ano passado, o Ministério Público, na pessoa de Miguel Cândido, Procurador-Chefe Provincial, veio ao público através da imprensa revelar que mais de 5 profissionais da Direcção Provincial de Economia e Finanças da Zambézia estavam sob investigação acusados de crimes de corrupção e peculato.

Entretanto, com vista a precaver-se de eventuais situações do mesmo género, o Director Provincial de Economia e Finanças da Zambézia, Graciano, disse em entrevista ao Txopela, que o seu sector já fez um trabalho de base e inclusive um funcionário, sobre o qual recaía as suspeitas de seu envolvimento no acto, foi comprovado e neste momento está afastado das suas funções.

“Estamos a reforçar as medidas de segurança interna”, disse Graciano, para depois explicar que, o facto é para evitar que bens do Estado continuem a ser vandalizados por funcionários desonestos.

Refira-se que os processos dos funcionários envolvidos ainda correm no Ministério Publico e espera-se que dentro dos próximos dias os resultados venham a tona. #

Leia:  Nyusi visita província da Zambézia
LIVRE & INDEPENDENTE

© Jornal Txopela, 2017
Todos os direitos reservados
Fundado em 2014

REGISTO Nº 01/GABINFO-DEC/2016. © AFRO MEDIA COMPANY
Ir para a barra de ferramentas